[Sistema Independente] – Incorporais Ludonarrativas – Sistema Básico

CAPA:

Título:

Incorporais Ludonarrativas – Sistema Básico

Autores:

GODINHO Eliane Bettocchi
Grupo de Pesquisa Histórias Interativas

Categoria:

Projeto de Pesquisa

Idioma:

Português

Instituição:

Doado pelos autores ao Museu do RPG

Ano:

2012

Site Oficial:

http://historias.interativas.nom.br/incorporaisrpg/

Resumo:

SISTEMA DE REGRAS
Afinal, por que há necessidade de um sistema de regras? Não estamos lidando com fantasias e histórias? O RPG se situa na terceira margem do rio entre narrativa e jogo num brincar de construir histórias. As regras são necessárias para coordenar ações e para decidir os resultados das decisões tomadas pelas personagens dos jogadores. Sem as regras, o mestre ou narrador teria que tomar sozinho tais decisões, o que poderia gerar arbitrariedades excessivas.

———-

Interajo, logo, existo.

Incorporais, segundo Emile Brehier, são todas as condições conceituais que nos alteram a nível relacional sem nos alterar fisicamente. As relações incorporais se refletem nos tipos sociais representados pelos indivíduos, que mudam suas relações com o mundo sem alterar seus corpos físicos. Essas relações (incorporais) constituem uma rede que está continuamente alterando e sendo alterada pelos indivíduos (corpos), e dessa ação cíclica surgem conceitos a todo o momento, os quais ignoram hierarquias e calcificações. Alterar essas relações incorporais de forma não usual causa impacto e estranheza, gerando uma ruptura com o princípio de identidade.

Narrativas são usadas para fins educacionais há milênios desde o estudo das obras de Homero na formação de cidadãos na Atenas e Roma clássicas, passando pelo teatro jesuítico no Brasil, até os vídeos educacionais mais recentes dos programas de educação a distância. Roland Barthes, professor e pesquisador francês, aponta que a narrativa traz os poderes de mathesis , que permite que uma mesma história como a de Robinson Crusoé aborde em sua trama saberes tão diferentes quanto Matemática, Português, História, Geografia, Biologia, e mímesis , ao permitir que o leitor vivencie uma simulação da realidade, percebendo a validade e aplicabilidade dos saberes nela abordados.

O RPG amplia ainda mais esse trabalho de autonomia e pensamento crítico explorando também a criatividade ao proporcionar aos participantes a opção de criar suas próprias alternativas de ação.

O sistema Incorporais se compõe de dois elementos básicos: o componente aleatório e o componente definido. O componente aleatório consiste no rolamento de 1 ou 2 dados de 6 lados (D6) ou no sorteio de cartas numerais e representa o acaso, as possibilidades que perfazem a gradação entre sucesso e fracasso na realização de alguma coisa. O componente definido consiste justamente dos parâmetros e características que foram estipulados quando da concepção da personagem. Comparados na Tabela de Resolução de Ações, estes dois componentes fornecem um resultado numérico e qualitativo que auxilia os interatores a decidirem se a ação pretendida pela personagem foi ou não bem-sucedida.

Clique aqui para fazer o download.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *