[Mestrado] – O uso do roleplaying game do computador (CRPG) no ensino à distância via Internet: um estudo de caso

CAPA:

SILVA Fernanda Felix da - o uso do roleplaying game de computador crpg no ensino à distância via internet um estudo de caso

Título: 

O uso do roleplaying game do computador (CRPG) no ensino à distância via Internet: um estudo de caso

Autor: 

Fernanda Félix da Silva

Categoria: 

Teses e Dissertações

Idioma: 

Português

Instituição:

[cp] Programas de Pós-graduação da CAPES

UFRJ/EDUCAÇÃO

Área Conhecimento: 

EDUCAÇÃO

Nível: 

Mestrado

Ano da Tese: 

2006

 

Resumo:

O presente trabalho consiste em um estudo de caso qualitativo; de caráter descritivo; cujo objetivo foi o de identificar as estratégias de uso dos elementos do roleplaying game de computador (CRPG) como recurso pedagógico na elaboração de uma disciplina à distância via Internet. Para tanto; tomou-se como base a teoria sócio-interacionista de Lev Vygotsky ? acerca da mediação pedagógica e da zona de desenvolvimento proximal (ZDP); assim como o conceito de cibercultura de Pierre Levy referente ás novas tecnologias de comunicação e informação. Foram utilizados para a coleta de dados os seguintes instrumentos: análise documental; entrevista semi-estruturada e observação assistemática e não-participante. A disciplina tomada como base foi a de Geografia na Educação I; a qual integra a grade do curso de Licenciatura em Pedagogia para as Séries Iniciais do Ensino Fundamental; oferecida pelo Consórcio Cederj e de responsabilidade da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Para a análise e interpretação dos resultados utilizou-se a análise do discurso de acordo com Laurence Bardin. Concluiu-se que os elementos do CRPG utilizados no projeto didático (Construção da Personagem; Desafio; Narrativa e Exploração) foram utilizados de maneira integrada aos recursos de interação; considerando a abordagem sócio-interacionista de Vygotsky. As principais dificuldades foram quanto: à complexidade do projeto; ao aceite da instituição e ao receio de restrição ao conteúdo do curso. Suas principais contribuições foram a autonomia e a motivação proporcionadas ao aluno.

Clique para fazer o download.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *